A CODEPENDÊNCIA E A FALTA DE DINHEIRO

2/15/2020




 A codependência, que as pessoas também chamam de pessoas empatas, nada mais é que uma falta de auto-estima, falta de amor e valorização de si mesmo. Ela é aprendida na infância com críticas quanto ao nosso valor, que ficam arraigadas no subconsciente e prejudicam muito a vida das pessoas.

No outro post falei sobre a codependência e a submissão, neste post vou falar como isso prejudica tanto a prosperidade quanto a saúde e as relações. Como já dito, ela é uma falta de auto valorização, e as pessoas que estão nesse estado nem percebem o quanto se desvalorizam, e colocam em primeiro lugar os desejos e aspirações dos outros em detrimento de seus próprios desejos estão sempre em último lugar.

Ass pessoas agem assim porque foram ensinadas a sempre pensar no outro em primeiro lugar, isso é muito comum no Brasil, por causa de uma educação cristã católica, onde se ouve coisas do tipo: “pense no seu irmão”, “se coloque no lugar dos que sofrem”, e músicas católicas como esta com este refrão:“Prova de amor maior não há que doar a vida pelo irmão!”

Bem, se a pessoa introjeta isso em si, dai é fácil entender porque se coloca sempre em último lugar, é porque a sociedade acha lindo quem se esquece de si e cuida somente dos outros, e como codependente procuram sempre aprovação, fazem isso para serem aceitos e não julgados como “egoístas”. Isso é muito comum entre nós mulheres, que somos criadas sempre para servir, e nunca sermos servidas.

 A maioria dos homens coloca a sua vida profissional em primeiro lugar, já nós mulheres colocamos todos em primeiro lugar: a família, o marido, os filhos, o cachorro, o gato, o papagaio, etc, etc...

 Por esse motivo é que muitas mulheres não conseguem ter uma segurança financeira, e sempre acabam dependendo da família, marido, filhos para o seu sustento.

 Se quisermos modificar isso, temos que tomar consciência de quanto nos desvalorizamos, porque esse é o principal motivo de ficar sem prosperidade. O dinheiro é a representação na matéria de nossa própria valorização, ou no caso, desvalorização. Portanto, não adianta ficar fazendo cursos sobre finanças, dinheiro, se a gente não modificar as crenças que estão grudadas em nosso subconsciente tais como: “é feio cobrar”, ou “não consigo cobrar o preço justo pelo meu trabalho”, “devemos sempre fazer a caridade e trabalhar voluntariamente sem cobrar”, etc, etc

 Se você observar as músicas no Brasil dá pra notar como o brasileiro tem problemas para falar de dinheiro, elas tem refrões como esses:

“Eu não preciso de muito dinheiro, graças a Deus!” – Rappa

“Eu não quero dinheiro, eu só quero amar!” – Tim Maia

“Money que é good nóis num have!” – Mamonas Assassinas

“Hoje eu sei, Que quem me deu a idéia
De uma nova consciência E juventude
Tá em casa Guardado por Deus
Contando o vil metal “– Belchior

Eu sou rapaz latino americano
Sem dinheiro no banco,
Sem parentes importantes
E vindo do interior” - Belchior

 Aliás, procure na internet a história do Belchior e como ele morreu como um “cara latino americano sem dinheiro no banco” – sem precisar passar por isso, e tudo devido as suas crenças limitantes sobre dinheiro e prosperidade, foi um final bem triste.

 Em se observando nossa sociedade brasileira, vemos como o assunto prosperidade e dinheiro são difíceis de serem tratados, tal é o preconceito com ele, porque para a maioria dos brasileiros falar de dinheiro é feio, deselegante, e a gente vê porque nossa sociedade é tão dividida entre pessoas extremamente ricas e pessoas extremamente pobres, aqui a classe média é quase uma utopia.

 Nosso trabalho é muito focado na prosperidade e abundância, porque essa é a pior doença do brasileiro, e tem que ser erradicada se quisermos ter uma sociedade próspera para todos.
Não falamos de política, porque ela é uma coisa externa a nós, nosso trabalho é focado no indivíduo, porque a verdadeira revolução é interna, pois tudo e todos que vemos ao nosso redor são somente espelhos daquilo que temos por dentro, portanto não existe político ou qualquer coisa externa a nós que irá mudar nossas vidas, somente quando procuramos pelo auto conhecimento é que conseguiremos mudar radicalmente nossas vidas e por fim alcançamos nossa tão sonhada independência financeira, amorosa, profissional e familiar.

A liberdade está dentro de nós, assim como a abundância que queremos.

 Se você quer se aprofundar nisso venha com a gente, nosso trabalho é ajudar as pessoas a alcançarem sua liberdade e independência pessoal, e para isso você pode contar com a numerologia, a EFT (Emotional freedom Techniques), o Reiki, a radiestesia, o ho’oponopono e muitas outras ferramentas que poderão lhe ajudar a sair do buraco para literalmente a luz do amor-próprio que lhe trará toda a prosperidade de bens, como o dinheiro, a saúde, o amor e as amizades a que você tem o direito Divino de ter.

 Apenas se permita.

 Isso não é de maneira alguma egoísmo, é somente Amor-próprio.

You Might Also Like

0 Comentários

Popular Posts

Like us on Facebook

https://www.facebook.com/Canal-Dthe-Vyda-Crystal-1666627483384993/

Flickr Images